Como os chamadores de spam realmente obtêm seu número de telefone



Chamadores de spam – ou operadores de telemarketing, como também são conhecidos – são super irritantes. Mas como esses spammers obtêm acesso ao seu número de telefone?


No romance selvagemente hilário de Chuck Palahniuk, CONDENADO, ele explica a origem das chamadas de spam: eles vêm do inferno e são feitos pelas almas condenadas que ali residem, como penitência por suas vidas de pecado e maldade.

Nunca houve uma coisa mais adequada escrita sobre operadores de telemarketing.

A maioria das pessoas sãs muitas vezes se pergunta por que as chamadas de spam – ou telemarketing, nesse caso – ainda são legais. Afinal, é uma invasão completa de sua privacidade e é sempre totalmente indesejável.

Claro, há uma diferença entre um operador de telemarketing e um chamador de spam real; o telemarketing é legal e é feito para promover um acordo/oferta real, enquanto os chamadores de spam estão tentando ativamente defraudar você, obter acesso às suas contas e geralmente arruinar sua vida.

Ambos são escória da mais alta ordem. É óbvio. Mas como esses chamadores de spam obtêm seu número em primeiro lugar? Mesmo as pessoas que são incrivelmente cuidadosas em fornecer seu número AINDA recebem chamadas de spam, então como isso acontece?

Como os chamadores de spam obtêm seu número?

Como acontece com a maioria das coisas na vida, há um milhão e uma maneiras de seu número de telefone chegar às mãos de um chamador de spam – ou de uma empresa de telemarketing.

Como os chamadores de spam realmente obtêm seu número de telefone
  • Salvar

Alguns são óbvios, mas outros realmente serão um choque para você. E embora seja bastante fácil bloquear chamadas de spam no iPhone, ainda vale a pena entender como os chamadores de spam obtêm seu número de telefone.

Veja como os chamadores de spam obtêm seu número de telefone…

1. Eles compraram da sua operadora

Isso não acontece muito mais, mas em 2018, algumas grandes operadoras dos EUA – AT&T, Verizon, Sprint e T-Mobile – foram pegas vendendo dados de localização para terceiros. E se isso não bastasse, antes de 2016, eles também vendiam seu número de telefone.

Se você não alterou seu número de telefone desde antes de 2016 e estava com uma dessas principais operadoras, é mais do que provável que sua localização E seu número de telefone tenham sido vendidos a terceiros (ou seja, empresas de publicidade e marketing).

E é por isso que, apesar de todas as suas medidas cuidadosas, você ainda recebe chamadas de spam. Obrigado, AT&T, Verizon, Sprint e T-Mobile!

2. Listas de espera para restaurantes

Todo mundo gosta de um restaurante novo e quente, certo? Se você mora em uma grande cidade, eles tendem a aparecer o tempo todo. E eles sempre têm listas de espera. Felizmente, agora você pode usar aplicativos de lista de espera de restaurantes para reservar sua mesa com antecedência, evitando a dor de cabeça de ligar várias vezes para garantir uma reserva.

Tudo bem, certo? Bem, não, não realmente. Muitos desses aplicativos de lista de espera de restaurantes têm termos e condições, você vê, e esses T&Cs estão repletos de todos os tipos de informações nefastas que a maioria das pessoas simplesmente ignora cegamente quando clica em ACEITAR depois de baixar o aplicativo.

Acontece que muitos desses tipos de aplicativos vendem seus dados para empresas terceirizadas, portanto, se você usou um aplicativo de lista de espera de restaurante em seu telefone, é provável que esse aplicativo tenha vendido seus dados para spammers e operadores de telemarketing. É por isso que você SEMPRE lê os T&Cs de um aplicativo.

3. Números 800, 888 e 900

Se acontecer de você ligar para um número 800, 888 ou 900 e a empresa ou entidade que você está ligando não for exatamente kosher, seu número de telefone será registrado e salvo por algo chamado Sistema de Identificação Automática de Números (ANI).

O ANI irá então combinar e emparelhar seu número com bancos de dados de empresas de marketing online. Ele encontra o melhor ajuste para o seu número, com base em seu histórico, e depois vende o número para terceiros, para que eles possam começar a ligar para você com suas ofertas terríveis.

4. Instituições de caridade falsas (e algumas instituições de caridade legítimas)

Doar para caridade é uma coisa bastante nobre de se fazer, mesmo que você entenda a realidade de quantos deles funcionam – eles são basicamente apenas negócios que não pagam impostos.

Instituições de caridade, grandes e pequenas, costumam usar empresas de marketing terceirizadas para coletar doações. Como parte do acordo, essas empresas de marketing podem manter aspectos dos dados que coletam – seu e-mail, telefone, endereço.

A partir daqui, é um processo simples: a empresa de marketing vende seus dados para outras empresas de marketing ou usa os dados coletados para enviar seus próprios negócios e ofertas de marketing para você.

Se você estiver doando para caridade, nunca dê seu número e/ou e-mail.

5. Geradores de números aleatórios

Você já ouviu falar de geradores de números aleatórios, certo? Bem, existe uma tecnologia que você pode comprar que gerará números de telefone aleatoriamente e os ligará com um script. Este é um problema menor, para ser honesto, e pode acontecer literalmente com qualquer um – é apenas sorte do sorteio, essencialmente.

Se uma dessas máquinas estiver funcionando 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano, ela potencialmente ligará para milhões de pessoas desavisadas. Você pode ser uma dessas pessoas. Afinal, existem apenas tantas combinações possíveis de números de telefone.

Como você sabe se isso aconteceu? É bastante simples: você pega o telefone para atender a chamada e recebe uma mensagem automática – geralmente é algo sobre o IRS perseguindo você por impostos atrasados ​​ou atividade estranha em seu cartão de crédito e/ou conta Amazon.

Se você for ingênuo, fará o que a mensagem automática sugere e é aí que os spammers o pegarão, coletando os detalhes da sua conta, o número do seu cartão de crédito ou pior. Se uma chamada recebida for automatizada, basta desligar e ignorá-la.

6. Violações de dados e a Dark Web

As violações de dados acontecem o tempo todo. Pode ser sua academia local, Amazon ou até mesmo seu banco. Os hackers SEMPRE procuram backdoors em sites e firewalls. Quando os encontram, eles entram, extraem terabytes de informações e depois vendem na dark web.

Porque é que eles fazem isto? Dinheiro. Seus dados valem MUITO dinheiro para spammers e empresas de marketing. Se você conseguir extrair os números de telefone de milhões de americanos, poderá ganhar milhões de dólares vendendo-os para spammers e criminosos na dark web.

Isso também acontece O TEMPO TODO, então, como sempre, tenha muito cuidado com quem você compartilha seu número de telefone – nenhuma empresa é completamente segura e inviolável. Por esse motivo, às vezes vale a pena ter dois números, um para todas as suas coisas pessoais e outro que você compartilha com bancos e outras empresas.

7. Concursos e competições online estúpidos

Se você é o tipo de pessoa que entra em concursos, pare com isso – sério, pare de fazer isso. A única razão pela qual as competições existem é coletar seus dados, para que as empresas de marketing possam segmentá-lo com anúncios, promoções e ofertas. Você nunca ganha, as empresas de marketing sim.

Essa é uma das maneiras mais simples e fáceis para empresas de marketing e terceiros obterem seu número. Uma vez que eles tenham seu número, eles podem A) enviar spam para você com ofertas, notícias e ofertas ou B) vender seu número para outras empresas de marketing terceirizadas. De qualquer forma, você está ferrado.

Felizmente, é realmente muito fácil bloquear chamadas de spam no iPhone.

  • Salvar

Richard Goodwin

Richard Goodwin trabalha como jornalista de tecnologia há mais de 10 anos. Ele é o editor e proprietário da KnowYourMobile.

Compartilhar via
Link de cópia
Distribuído por Snap social